Empresas continuam falindo no Japão

Empresas continuam falindo no Japão e já é o maior número em 7 anos

Se empresas continuarem a falir no Japão, teremos uma crise que já seria pior do que a de 2008, quando a quebradeira e a demissão em massa rodou até o fim de 2009. Nós estávamos por lá, e fomos pegos por essa crise, fiquei 1 ano desempregado…

O que está acontecendo no #Japão hoje durante a #quarentena? Se o Japão não entrou em quarentena…

Mesmo sem isolamento social, e com as pessoas circulando normalmente, o resto do Mundo parou geral, e isso trouxe ao Japão, uma crise na exportação e turismo. Pessoas não entram, não saem, mercadorias saem, mas não entram, entre outros fatores.

Empresas que dependiam do comércio local, próximo a aeroportos, começaram a quebrar, pois seu abastecimento se foi, uma vez que eram abastecidas por pessoas que chegavam ao Japão, ou por empresas relacionadas ao turismo.

Por exemplo:

Fechando os aeroportos, empresas de aviação começam a sentir os efeitos em poucas semanas, assim como as lojas nos aeroportos, empresas de turismo, e em seus arredores. Sem contar o fato de que algumas empresas que fazem muita aglomeração, estas sim, fecharam durante a quarentena (parques temáticos, cinemas, salão de eventos).

Empresas menores que se movimentavam graças a empresa maiores em seu entorno, começaram a quebrar sem parar. É um efeito dominó que só vai cessar quando a quarenta do Mundo acabar.

Não tem como uma empresa que lucrava com o turismo de fora, continuar funcionando com os aeroportos fechados. É preciso ter muito caixa para se manter.

Como não se sabe ao certo até quando vai essa crise pandêmica, não compensa para o governo ajudar tais empresas com dinheiro público, restando a essas empresas fechar, e recorrer a auxílio financeiro para pessoas comuns apenas para se manter durante a #pandemia.

Já temos informações de que o Japão quer se fechar de novo, coisa que só aconteceu no pós guerra, mas claro, de maneira mais branda.

E o que isso quer dizer?

O Japão quer que as empresas da China voltem para casa (investindo bilhões nelas), e confiar em mão de obra interna. É uma ótima maneira de evitar novas crises, uma vez que suas exportações aumentam e o número de empregos também.

Veja o caso do Brasil, que hoje é o país mais produtivo do Mundo. Ao contrário do Japão, está sendo vendido para a China. Vemos até propagandas chinesas na televisão, mesmo eles tendo espalhado o coronavírus pelo Mundo. O Japão ao contrário de nós, levou pro lado pessoal.

Abs

Crise no Japão e Desemprego no Japão durante a quarentena.

Notícia do site: NOTÍCIAS ÚLTIMA HORA

Leave a Reply

Your email address will not be published.Required fields are marked *

FacebookTwitterInstagram
Cresta Help Chat
ENVIAR
11993455895